Na Gringa, Pogramas

Como visitar o castelo de Alnwick – Parte I

December 11, 2015

Já contei pra vocês que eu virei uma pottermaníaca praticamente de carteirinha, né? Do tipo que encomendou o livro 6 pra ele chegar em casa no dia do lançamento mundial. Pois é, esse tipo de fã. Mas sobre as locações dos filmes eu sabia bem pouco e nem me importava muito com elas, já que a Inglaterra nunca foi um dos lugares que eu mais quis conhecer na vida. Aí eu comecei a namorar o Josh… E bom, aí a Inglaterra entrou nos planos.

Quando decidi que vinha pra cá minha mãe insistiu para que eu visitasse uma cidadezinha chamada Alnwick, ela esteve lá no ano passado e disse que é a coisa mais linda do mundo. Vi que ficava perto de Newcastle e então fiquei sabendo que algumas cenas do Harry Potter e a Pedra Filosofal foram filmadas lá. Foi então que comecei a pensar em como visitar o Castelo de Alnwick.

Da plataforma Q saem os ônibus de Newcastle a Alnwick

Da plataforma Q saem os ônibus de Newcastle a Alnwick

Josh foi escalado para ir comigo e programamos o passeio para um dia em que o tempo estivesse bom , o que não é tão raro assim durante a estação que os ingleses insistem em chamar de verão. Compramos os ingressos pela internet e no dia seguinte pegamos o ônibus em direção a Alwnick na estação Haymarket, no centro de Newcastle, umas 10:30. A viagem entre as duas cidades dura cerca de uma hora e meia, e do ponto de ônibus (Alnwick Station) até o castelo não são nem dez minutos de caminhada. Validamos nossos ingressos na bilheteria e aproveitamos para fazer o passe anual, que está incluso no valor do ingresso por um dia. É só pedir para o caixa fazer o seu registro, tirar uma foto para o cadastro e pronto!, você tem um ano para voltar quantas vezes quiser.

A entrada do castelo

A entrada do castelo

Logo na entrada fui procurar no quadro de avisos o local e o horário da atividade que eu mais queria fazer: a aula de vôo em vassouras! Entre as cenas do Harry Potter e a Pedra Filosofal que foram filmadas no castelo estão as da primeira aula de vôo – quando o Harry e o Malfoy competem para ver quem vai pegar o “lembrol” do Neville e o Harry se torna o novo apanhador da Grifinória – além de algumas cenas externas, deles andando pelos jardins da escola. A próxima aula seria às 14:30, então fomos pegar a senha e ver o que mais havia para fazer enquanto esperávamos.

Alnwick castle

Começamos o tour pela parte medieval do castelo “The dragon’s quest”. É interessante ter uma idéia de como era a vida ali há tantos anos. Para entrarmos bem no clima há um monte de fantasias à disposição e dois funcionários que te ajudam a escolher e a vestir as roupas, nos perguntaram se queríamos duas de cavaleiro, duas de princesa ou uma de cada. Acabamos indo na última opção, Josh se vestiu de cavaleiro e eu de princesa, cada um ganhou uma espada  de espuma e fomos andar pela vila.

Escolhendo nossas ervas

Escolhendo nossas ervas

Nossa primeira parada foi para conversar com o boticário George. Ele nos mostrou um pouco das ervas secas que tinha à sua disposição, nos explicou o uso de cada uma delas e por fim nos perguntou se gostaríamos de fazer sabão medieval. Claro que sim! Cada um escolheu duas delas (eu combinei lavanda com camomila) e teve que moê-las num pilão, quase reduzindo-as a pó. Depois ele nos mostrou uma tigela bem grande, cheia de flocos de aveia e colocou um punhado nas nossas mãos, pedindo para que esfregássemos vigorosamente. Olha, poucas vezes senti minhas mãos tão macias, não fazia a menor idéia de que aveia fosse tão hidratante assim. Uma bela colherada de aveia foi adicionada às ervas moídas e também uma generosa dose de uma pasta branca que seria o equivalente à gordura animal usada na produção de sabão, é ela quem dá liga aos ingredientes e funciona como o agente de limpeza dos sabonetes. Quando todos os ingredientes já estavam bem misturados, George nos pediu para moldarmos duas bolinhas, do tamanho de bolas de golfe, com as mãos e que as deixássemos descansar por uns cinco dias, então elas estariam duras o suficiente para serem usadas como sabonete. *Eu já usei e me decepcionei um pouco, talvez tenham ficado duras demais.

Assim ficam os sabonetes depois de prontos

Assim ficam os sabonetes depois de prontos

A parada seguinte foi a cruzada do dragão propriamente dita, uma espécie de labirinto com desafios e charadas que se dizia muito assustadora. Logo na entrada você pega uma folha para ir anotando as respostas das perguntas e poder conferir na saída, a gente estava achando tudo muito banal, feito para crianças e meio besta, mas bastante divertido mesmo assim. Foi então que chegamos ao final da cruzada, onde está o labirinto de espelhos e de onde só conseguimos sair depois de muita bateção de cabeça e um leve pânico por causa do som de gargalhadas ao fundo.

Foram muitas batidas de cabeça nos espelhos...

Foram muitas batidas de cabeça nos espelhos…

Além das gargalhadas ao fundo, as cores do ambiente também vão mudando.

Além das gargalhadas ao fundo, as cores do ambiente também vão mudando.

Antes de sair da ala medieval é preciso devolver a fantasia, o que eu achei uma pena, pois teria adorado passar o dia vestida de princesa andando pelo castelo de espada em punho, mesmo a espada em questão sendo de espuma. Mas tudo bem, vestidos de Josh e Ângela versão 2015 fomos para os porões esquecidos do castelo, onde tínhamos um tour agendado para as 13:45.

Castelo de Alnwick

 *Fique ligado que amanhã tem a continuação do passeio e mais informações sobre como visitar o Castelo de Alnwick

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Fernanda Scafi December 16, 2015 at 2:37 pm

    Adorei o post! AMO Harry Potter!!! E preciso voltar pra Inglaterra e focar as visitas nos lugares relacionados aos filmes rs. Incluindo Escócia no roteiro tb é claro.

    • Reply angelagolds December 16, 2015 at 10:22 pm

      Eu tentei ver o máximo de Harry Potter possível nessa viagem e deu bem certo! Eu peguei o trem a vapor na Escócia, logo mais vou escrever sobre o passeio!

    Digaí!