Mergulho, Uncategorized

Os pontos de mergulho de Phi Phi – Parte IV

November 27, 2014

O último post da série sobre os pontos de mergulho de Phi Phi se trata de dois dos meus preferidos: o naufrágio Kled Gaeow e Hin Gareng, ambos em alto mar e um pouco distantes da costa leste de Phi Phi Ley.

kled gaeow

Em março deste ano o antigo navio militar Kled Gaeow foi afundado de propósito, a intenção era criar mais um ponto de mergulho por aqui e criar um novo recife artificial que pudesse atrair mais vida marinha; deu muito certo. Agora em novembro, 8 meses depois, o naufrágio já tem dois moradores muito especiais e que há tempos não apareciam por aqui: dois tubarões bambu (Chiloscyllium griseum).

kled gaeow

Ele está situado a 26 metros de profundidade e para chegar até lá é necessário se guiar por uma corda que está atada à proa do navio, já que no início da descida tudo o que se vê é uma imensidão azul. Lá pelos 15 metros se começa a ver o contorno do barco e os cardumes que estão nadando em volta. É impressionante ver como já existe tanta vida marinha no lugar em tão pouco tempo!

Kled gaeow

O tempo de mergulho acaba sendo um pouco mais limitado em torno do Kled Gaeow do que nos outros pontos de Phi Phi por causa da profundidade a que ele está situado. Seja para este não ser um mergulho descompressivo ou por causa do consumo de ar, muito maior quanto mais fundo se vai, não costumamos ficar mais de meia hora nadando em volta do navio. Mesmo mais curtinho, vale muito a pena!

hin gareng

Hin Gareng, um grande recife em mar aberto, um dos poucos pontos onde vemos tubarões leopardo e um dos lugares mais lindos que já vi debaixo d’água. Não é um dos pontos mais visitados, pois depende do tempo estar bom, mar tranquilo, sem vento e pouca correnteza, para que o mergulho valha a pena.

hin gareng

O recife é composto, na verdade, por dois; um menorzinho no centro e um maior ao redor e o mergulho é feito em torno de ambos. Na maioria das vezes encontramos o tubarão leopardo, em algumas ocasiões até dois!, deitado no topo do recife menor ou nadando por ali. Há também algumas sépias, nemos, peixes-leão escondidos em barris de esponja, alguns cardumes de snappers amarelinhos e muitos outros peixes coloridos… As condições naturais de Hin Gareng ainda estão muito mais preservadas do que na maioria dos outros pontos de mergulho de Phi Phi porque há menos gente passeando por aqui. Sabe como é, né? Por mais cuidadosos que nós tentemos ser, acabamos sempre tendo algum impacto na flora e fauna marinhas…

 hin gareng

Adoro o jeito como as sépias olham, parece sempre que estão prestando a maior atenção em tudo ao seu redor ou até mesmo olhando com um certo arzinho de superioridade.

hin gareng

Bom, agora chegou a hora de subirmos a cinco metros, fazermos nossa paradinha de segurança por três minutos e de eu mandar minha bóia pra superfície, pros outros barcos saberem que estes mergulhadores daqui estão prontos pra subir!

You Might Also Like

No Comments

Digaí!